Piloto de moto é atingido por raio e continua competindo no rali Dakar

Ivan Jakes sentiu dores no braço, mas só foi se tratar ao término da etapa

Relacionadas

Um grande susto marcou o terceiro dia de competições no Rali Dakar. O eslovaco Ivan Jakes foi atingido por um raio enquanto pilotava sua moto na região de Jujuy, na Argentina. Apesar de sofrer a descarga elétrica, o piloto aguentou as dores e ainda completou a prova, ficando na 15ª posição.

"Ele apresentava dor do lado esquerdo do corpo. Também tinha dificuldades para enxergar e teve um quadro de convulsão no momento que o raio caiu. Entrou pelo corpo, porque o metal da moto atrai a eletricidade do raio. Entra pelo corpo e pode migrar para todos os lados. Ele disse que não chegou a cair, mas não se recorda bem o que aconteceu. Ele melhorou depois que chegou ao hospital", explicou Marcela Lauko, médica responsável pela saúde dos pilotos no rali.

Segundo o site Motorsport, o acidente aconteceu quando faltavam cerca de 300 km para o fim da etapa e, apesar de fortes dores no braço, o piloto decidiu continuar correndo. "Graças a Deus ele não pisou na terra, pois teria causado um aterramento e seria pior", disse o chefe da equipe do eslovaco em entrevista ao site. Apesar do susto, os médicos descartaram maiores consequências na saúde de Jakes e ele deve, inclusive, voltar a competir no Dakar.

MAIS SOBRE:

Velocidade Argentina Dakar Rali Rali Dacar Motociclismo Motocross Raio
Comentários